O que é treinamento de orientação e mobilidade?

Por Dr. Evandro Araújo e Dra. Patrícia Chianello

O treinamento de Orientação e Mobilidade (O&M) é um dos destaques do Núcleo Integrado de Baixa Visão da COE-Rio.

Ao aprender técnicas e ferramentas, como o uso de bengalas, os participantes do treinamento de O&M exploram espaços internos e externos, identificam pontos de referência e desenvolvem habilidades de planejamento de rotas.

SAIBA MAIS: Conheça o Núcleo Integrado de Baixa Visão

Mas como exatamente funciona esse treinamento e quem pode se beneficiar dele? Para abordar o tema, selecionamos as perguntas mais feitas sobre O&M no COE-Rio.

O que é treinamento de orientação e mobilidade (O&M)?
O treinamento de O&M é um programa que ajuda pessoas com baixa visão a se deslocarem com segurança e independência em diferentes ambientes.

Quais são os objetivos do treinamento de O&M?
Os objetivos incluem aprender a usar técnicas e ferramentas, como bengalas, para explorar espaços internos e externos, subir e descer escadas, identificar obstáculos (meio-fio, por exemplo) e pontos de referência e desenvolver habilidades de planejamento de rotas.

Quem pode se beneficiar do treinamento de O&M?
Qualquer pessoa com baixa visão ou cega que deseje aumentar e/ou resgatar sua autonomia e independência com segurança.

Como é feito o processo de avaliação para determinar as necessidades de treinamento de O&M?
Um especialista em O&M conduzirá uma avaliação individual para entender as potencialidades e necessidades específicas do aluno, adaptando o programa de treinamento conforme necessário.

Quais são algumas das habilidades ensinadas durante o treinamento de O&M?
Isso pode incluir identificação de obstáculos (meio-fio, por exemplo), descer e subir escadas, cruzamento de ruas, uso de transporte público, orientação em ambientes internos, leitura de mapas táteis e muito mais.

Quanto tempo leva para concluir o treinamento de O&M?
Isso varia de acordo com as necessidades e potencialidades individuais do aluno, mas geralmente pode levar de algumas semanas a vários meses.

Como as tecnologias assistivas podem complementar o treinamento de O&M? Tecnologias como aplicativos de GPS adaptados para deficientes visuais podem ajudar a fornecer informações sobre locais e rotas, complementando as habilidades aprendidas durante o treinamento.

O treinamento de O&M é um processo contínuo?
Sim, muitas vezes é necessário revisitar e reforçar as habilidades ao longo do tempo, especialmente se houver mudanças no ambiente ou na condição visual do indivíduo. É tão importante que isso permite à pessoa dar um próximo passo: ter um cão guia. É no treinamento de O&M que a pessoa vai aprender as técnicas para ter esse auxílio luxuoso.


Dr. Evandro Araújo e Dra. Patricia Chianello fazem parte do nosso time de especialistas do Núcleo Integrado de Baixa Visão